A Pequena Central Hidrelétrica Dores de Guanhães está prevista para ser instalada no rio Guanhães afluente da margem esquerda do rio Santo Antônio, no estado de Minas Gerais, que por sua vez, é afluente pela margem esquerda do rio Doce. 
As coordenadas geográficas do empreendimento são: Latitude 19º04′ e Longitude: 42º53′, situando-se no trecho limitado entre as cidades de Ponte de Santo Antônio e Dores de Guanhães.
A PCH Dores de Guanhães estará totalmente inserida em terras do município de Dores de Guanhães, na sua zona rural.

Dores de Guanhaes

COMO CHEGAR
O acesso ao empreendimento é feito, a partir de Belo Horizonte, pela rodovia BR-381, percorrendo aproximadamente 50 km até o acesso à rodovia MG-129. 
Percorre-se a MG-129, por 34 km, até a cidade de Itabira. Desta cidade, toma-se a BR-120 por 94 km, até a localidade de Jacu. A partir daí, pela MG-232, recentemente pavimentada, percorre-se 12 km até a cidade Dores de Guanhães. Da sede municipal, o local do empreendimento dista cerca de 10 km, sendo alcançado por estrada de terra municipal.
PRINCIPAIS DADOS TÉCNICOS
• Potência instalada: 14,0 MW
• Área de drenagem: 2.182 km²
• N.A. máximo maximorum de montante: 469,50 m
• N.A. máximo normal de montante: 467,00 m
• N.A. mínimo normal de montante: 467,00 m
• N.A. máximo normal de jusante: 431,60 m
• N.A. mínimo normal de jusante: 431,10 m
• Área inundada no N.A. máximo normal: 0,114 km²
• Volume no N.A. máximo normal: 0,359 x m³
• Vazão residual: 0,64 m³/s
• Vazão média de longo termo: 31,8 m³/s
• Vazão mínima operativa percentual: 40 %
• Vazão nominal turbinada: 47,2 m³/s